Esta é a palavra mais importante para o seu negócio

Por o 14 Agosto 2018

Muitos empreendedores e gestores de empresas sentem a necessidade de dizer “sim” a todas as oportunidades que surgem no seu percurso profissional.

 

 

É habitual pensar-se que ao assumir múltiplas tarefas, perseguindo qualquer que seja a oportunidade de negócio, se aumenta a probabilidade de ter sucesso. Neste sentido, é comum pensar que a recusa de determinada tarefa ou negócio pode significar a perda de uma eventual mais valia.

No entanto, não é bem assim. Pois cada “sim” pode implicar um enorme custo.

A verdade é que dizer “sim” a tudo aquilo que cruza o seu caminho profissional pode significar estar a assumir mais do que realmente consegue suportar. Como resultado, acabará por sacrificar o seu negócio em termos de qualidade, eficácia e reputação.

Para Jack Anzarouth, presidente da Digital Ink Marketing, a solução é simples. “Diga não. Não só algumas vezes, mas a maior parte do tempo. Eu pessoalmente tive que recusar clientes que teriam facilmente duplicado a minha carga de trabalho, como forma de garantir que tinha tempo e recursos suficientes para cuidar dos meus atuais clientes.”

Os passos seguintes vão ajudá-lo a calcular o valor do seu próximo “sim”:

 

Calcule o verdadeiro custo de dizer “sim”

É importante calcular o que um “sim” pode significar para si e para os seus recursos a longo prazo, e não apenas no imediato.

Pode ser uma boa ideia abrir um escritório numa nova localização ou montar uma nova linha de produtos para atingir uma meta ou expandir a sua oferta, mas que custos isso significaria a longo prazo?

 

Compare o custo

Se o cálculo do custo real não o convencer a dizer “não”, compare esse valor com algo que realmente valoriza. Por exemplo, equipare o custo do investimento em causa com o de contratar novas pessoas para sua equipa de vendas ou marketing.

Ou, num âmbito mais pessoal, reveja a quantidade de tempo que terá que colocar no novo empreendimento e quanto tempo lhe irá sobrar para si e para a sua família.

 

Determine se isso se enquadra nos seus objetivos a longo prazo

Como qualquer empreendedor, com certeza tem objetivos pessoais e profissionais a curto e longo prazo.

Questione-se se dizer que “sim” a algo se enquadra nesses objetivos. Se não o ajuda a alcançá-los, porquê aceitar?

 

Pense no custo de oportunidade

Nenhum “sim” é gratuito. Mesmo que tenha tempo e recursos que justifiquem o seu “sim” a determinada oportunidade, é realmente do seu interesse prosseguir com tal?

Lembre-se que dizer “sim” a algo no imediato, pode afinal tornar-se em “não” mais tarde.

 

Lembre-se que dizer “não” é tomar uma posição

Algumas pessoas dizem “sim” simplesmente para se sentirem ativas. Não se esqueça que dizer “não” também é um movimento proativo.

Assim como ouvir é uma ação, recusar-se a fazer algo também o é. Em particular, se estiver a dizer “não” em detrimento de fatores mais importantes para si e para a sua empresa.

 

 

Dizer “não” pode parecer que está a fechar porta a eventuais oportunidades de sucesso, mas é totalmente o oposto. Simplesmente está a mostrar que tem prioridades, metas e um caminho claramente definido.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe