Se é Gestor RH e acha que a Comunicação Interna não tem nada a ver consigo – NÃO LEIA ESTE ARTIGO, P.F.!…

Por o 5 Março 2018

A maior parte das pessoas, se interrogadas sobre quais os aspetos que consideram caracterizar as atividades desenvolvidas numa Direção de Recursos Humanos, certamente apontarão temáticas como o Recrutamento e Seleção, o pagamento de salários, a Avaliação do Desempenho, a Formação, etc.

 

 

Obviamente que estas são áreas tradicionalmente associadas à função RH numa organização e, no essencial, são responsabilidades que continuam (e certamente continuarão, no futuro próximo) cometidas aos gestores RH.

Contudo, há um aspeto que tem vindo a adquirir uma importância crescente na atividade do gestor RH e que diz respeito à Comunicação interna.
 

Comunicar, comunicar, comunicar!

É isso que um profissional de RH necessita de fazer constantemente, desde a divulgação da Missão, da Cultura e do projeto de empresa, enquanto fatores de atração e retenção de Talento, passando pelas entrevistas de Seleção de novos elementos, apresentação de projetos de mudança organizacional, entrevistas de avaliação de desempenho e todo um conjunto de situações em que será necessário recorrer (e praticar) processos (alguns deles complexos) de Comunicação. O gestor RH deverá estar disponível para contribuir para o desenvolvimento de uma identidade assente em significados e estabelecer um quadro de referência comum a todos os colaboradores. Necessitará, ainda, de estar atento aos processos de trocas de informação na organização, intervindo nas “redes” das relações comunicacionais (de forma a maximizar a partilha de significados) e fomentando processos de comunicação interna que visem a transparência e a difusão de Conhecimento.

 

Para que tudo isto possa ser inserido na estratégia delineada para os RH e executado com profissionalismo e rigor, parece-me que, cada vez mais, é sentida a necessidade de existir uma “área” dedicada às questões de Comunicação no âmbito dos departamentos RH. Esta “área” deverá integrar profissionais com ampla experiência na gestão de Pessoas, mas também com conhecimentos e motivação para desenvolverem planos e atividades de Comunicação dirigidos a todos os colaboradores da empresa. Obviamente que deverá existir apoio e colaboração com outras áreas da organização, nomeadamente as que se dedicam à comunicação institucional e, até, ao marketing – mas que não reste a menor dúvida de que deverá ser o departamento RH a LIDERAR o processo ou, no mínimo, a determinar os canais, processos e mensagens a emitir para todos os colaboradores, em função da estratégia RH definida pela gestão de topo.

 

Como “estruturar” esta “área? Que meios utilizar, preferencialmente? Que responsabilidades partilhar? Voltaremos ao tema num artigo futuro.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe