A arte de comunicar III – O que está na minha mente, consigo comunicar e influenciar

Por o 5 Novembro 2018

Olá, como referi no meu anterior artigo, proponho-me a escrever sobre CHA, para comunicar melhor e conseguirmos influenciar, temos que ter o CONHECIMENTO, HABILIDADE e ATITUDE para que a mensagem faça sentido junto da nossa plateia.

Como referi no meu primeiro artigo, mais do que o que comunicamos é a forma como comunicamos que pode influenciar os “estados/emoções” de quem está a receber a nossa mensagem. Com o CHA,  proponho técnicas para conseguirmos que a nossa mensagem seja muito mais eficaz.

Quando a mensagem não é devidamente percebida, a questão não está no recetor mas sim no emissor!

No CONHECIMENTO encontramos tudo o que seja a nossa competência, o nosso conhecimento teórico, a nossa informação.

Muitos de nós, quando temos muito conhecimento teórico, corremos o risco de o espalhar todo na nossa comunicação. Lembra-te sempre: a tua plateia pode considerar isso “desinteressante” e até mesmo “chato”.

É excelente termos todo o conhecimento teórico e como tudo realmente funciona, desde que utilizemos isso para facilitar a nossa comunicação e saber explicar melhor. Pensa sempre em conseguir trazer para a realidade todo o conhecimento e aplicar ao momento atual, de forma a que todos percebam.
Coloca-te sempre no papel de quem está a escutar e percebe: é relevante esta informação ou apenas é um conhecimento teórico? Por exemplo, os nossos “professores” passam por todo este desafio, conseguir transformar em interessante alguma informação que não deixa de ser apenas informação teórica.

Melhora o conhecimento do que te envolve e do que pretendes do recetor, só assim consegues que a tua mensagem tenha significado para quem a escuta!

A HABILIDADE é o lado mais “rico” da comunicação, é a procura pela perfeição, a nossa prática e a capacidade de execução.

Quando pensamos em comunicar algo, muitos usam a desculpa: “ele é um mestre na comunicação… para ele é fácil…”. Não se “escondam” em desculpas, para ser hábil na comunicação é necessário muito treino e foco no que se pode melhorar e na forma como se pode melhorar, é uma procura contínua da melhoria. Na Habilidade encontramos sempre a procura pela melhor forma de comunicar. É aqui que fazemos as questões: este exercício é o adequado para a minha audiência?… esta forma de passar o conhecimento é a melhor forma para captar a atenção? A Habilidade traduz em interessante todo conhecimento que temos e a sua capacidade de execução ajuda a que possamos melhorar a cada momento.

Procura sempre a melhor forma de passar a tua informação até que penses: é tão simples assim!
Se tu achas muitos vão achar!

Nas nossas mensagens todo o nosso corpo comunica e para isso, a ATITUDE é a chave mestra para mostrar que estamos presentes!

É aqui que demonstramos a ação, é aqui que se mostra o querer, é aqui que se procura a mudança e nos obriga a pensar diferente e fazer diferente. Coloca sempre uma enorme carga de ATITUDE em tudo o que fazes. Quando estás a ouvir um discurso, por melhor que ele seja, se o mesmo não estiver com a atitude correta, a aceitação ou a apreensão da mensagem não vai ser a mesma.
Aqui usa os braços, as mãos, mexe-te e envolve as pessoas contigo, altera tons de voz, tendência quando somos muito conhecedores e muito hábeis é falar pausadamente e mais monocórdicos… Tenta fazer diferente varia os tons de voz, mexe-te no teu “palco” mexe os braços – envolve as pessoas!

A atitude certa na quantidade certa é como a pessoa certa na nossa vida… faz todo o sentido!

Já pensaste… porque é que tenho de influenciar? Porque não é tudo como eu acho que deveria ser?
Pois, o tema é esse mesmo… todos pensamos o mesmo mas de formas diferentes.

No próximo artigo vou falar na “arte de influenciar”. Até lá!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Telmo Ramalho Desde 1 semana

Que fixe, bom trabalho

Resposta
    Nuno Jerónimo

    Nuno Jerónimo Desde 21 horas

    Obrigado.
    Abraços.

Henrique Ribeiro Desde 1 semana

Abordagem muito interessante. Se tornarmos as palavras tangíveis para a nossa plateia/público não só captamos a sua atenção como também recebemos o seu feedback o que nos permite conduzir o discurso e informação de forma mais natural e mais interessante. Este CHA sem dúvida alguma é bem servido.

Resposta
    Nuno Jerónimo

    Nuno Jerónimo Desde 21 horas

    Obrigado.
    O segredo está sempre em ter tudo sempre muito claro para nós. O resto vem pela competência, habilidade e atitude que temos em tudo

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe