Liderar (e gerir) pelo exemplo!

Por o 17 Maio 2017

Gestão e Liderança não são sinónimas. E será que andam sempre de “mãos dadas” ou nem sempre é uma relação pacífica? Qual o desafio entre estes dois mundos? Um dos desafios é liderar pelo exemplo!

 

 

Todas as organizações têm necessidades de gestão para serem mais produtivas, mais eficazes e mais eficientes, para prosperarem. E a liderança é uma função essencial em qualquer tipo de organização.

 

Gerir vs Liderar ou Gerir e Liderar?

Gestão e Liderança não são sinónimas. Há quem acredite que são iguais, há quem pense que são conciliáveis, e há até quem as considere antagónicas.

A fronteira que separa um líder de um gestor é ténue e, ainda que se pense que a liderança é algo superior à gestão, a realidade é que ambas são funções bastante complexas e requerem elevadas competências por parte de quem as exerce.

 

Gestão

Seja de produtividade, de resultados ou de pessoas, quem gere deve ter a capacidade de saber organizar trabalho, distribuir tarefas, monitorizar resultados, cumprir prazos. No fundo, saber alocar os seus recursos de forma adequada e garantir que o planeamento é bem executado.

À gestão estão associadas skills como o foco, a organização, a capacidade de otimização, de análise e de coordenação.

As funções do gestor são: planear, organizar, dirigir e controlar/monitorizar todas as ações realizadas a fim de atingir os objetivos propostos.

 

Liderança

Liderar é saber alcançar resultados através das pessoas, inclusive em contextos de mudança. E isso implica valorizar a motivação e a criação de um clima relacional e laboral favoráveis. Aliás, liderar é um processo relacional focado em conduzir as pessoas a cumprir objetivos através de fatores como a motivação, a persuasão, a inspiração e o exemplo.

O objetivo da liderança é motivar e orientar as pessoas na prossecução de objetivos.

 

 “A gestão consiste em fazer as coisas bem, a liderança consiste em fazer as coisas certas.”

Peter Drucker

 

O desafio…

… é gerir e liderar em simultâneo, conciliando habilidades pessoais e profissionais de forma a obter o melhor resultado das pessoas.

 

 

Liderar pelo Exemplo!

A liderança tem de ser um exemplo. Quer no âmbito do que se diz, quer no âmbito do que se faz, as afirmações e ações têm que ser sustentadas pela coerência dos atos. Enquanto líder, seja o primeiro a fazer aquilo que pretende que a sua equipa faça e explique-lhe porque é que esse é o caminho. Estas são algumas dicas:

  1. Assuma quando erra. Isso fará com que mantenha a sua credibilidade junto das pessoas que lidera e elas vão entender que, se também o fizerem, não serão reprimidas, mas sim compreendidas.
  2. Esteja sempre na linha da frente. Seja sempre o primeiro a dar os parabéns quando alguém é bem-sucedido, quando os resultados surpreendem, até quando há uma crise e tem que defender algum elemento da sua equipa. Mostre que é humilde e que sabe reconhecer o mérito dos outros.
  3. Encontre soluções. Não perca demasiado tempo a discutir o quê ou quem está na origem do problema, pois isso pode originar conflitos indesejados. Foque-se antes em encontrar soluções e, mais ainda, em conduzir a sua equipa a fazer o mesmo.
  4. Saber escutar e dialogar é uma grande mais-valia quando trabalhamos em equipa e temos a missão de liderar, para garantir que estamos em sintonia com os outros. Por isso, dê valor ao que lhe dizem e mostre que tem a opinião das pessoas em conta quando toma decisões.
  5. Promova o equilíbrio no trabalho. A saúde física e mental é imprescindível para o bom desempenho. Faça pausas e incentive os outros a acompanhá-lo para descomprimir ao longo do dia. Alguns intervalos serão também benéficos para estreitar relações e gerar confiança mútua.

 


Visite a nossa área de Liderança no site da Cegoc.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe