O que é isso de ser um “bom líder”?

Por o 8 Maio 2017

Uma das questões clássicas na Gestão de Pessoas é a seguinte: “O que é isso de ser um “bom líder”?…”. Será possível dar uma resposta universal e inquestionável? Creio que não.

 

 

Um bom líder é…

Em primeiro lugar porque um “bom líder” numa cultura ocidental, por exemplo, poderá não ter o mesmo reconhecimento num qualquer outro “ambiente” cultural (…e aqui começamos a perceber que, eventualmente, uma das características necessárias para se ser considerado um “bom líder” passará pela capacidade de adaptação a diferentes contextos socioculturais numa Economia que está cada vez mais globalizada…).

Em segundo lugar porque poderão alguns considerar que um “bom líder” é aquele que atinge resultados – mas deixar atrás de si um tal “rasto” de “destruição” que faça “outros” considerarem-no uma mera reencarnação de Átila, o Huno, num contexto empresarial.

Contudo… podemos encontrar um determinado “perfil” se insistirmos em obter resposta à nossa pergunta:

 

“Afinal, o que é isso de ser um “bom líder”?…

 

Tentemos refletir durante alguns minutos em conjunto… Esqueça o mundo “lá fora” e concentre-se apenas nesta questão.

Recorde-se das diferentes “chefias” que teve ao longo da sua vida profissional…

  • Que “traços” marcantes ficaram de cada uma delas?…
  • O que lhe “ensinaram”?…
  • Quais as que partilharam Conhecimento consigo?…
  • Que desafios lhe colocaram e que lhe permitiram “crescer” profissionalmente?… Sentiu-se sempre respeitado enquanto Pessoa ou tratado como mero “recurso”?…
  • As suas sugestões foram ouvidas?…
  • Os sucessos foram partilhados por toda a equipa ou a “chefia” apropriava-se deles?… Havia espaço para os afetos sem descurar os resultados?…
  • Eram recompensados os desempenhos ou punidas as “personalidades”?…
  • Havia um sentimento de equidade na forma como todos os elementos da equipa eram tratados?…
  • De quais tem saudades e quais as que desejaria nunca ter conhecido?… E porquê?…

 

Poderá colocar muitas outras questões, obviamente. Mas o “caminho” a percorrer será o mesmo. E, no final, certamente, conseguirá identificar quem foram os mais competentes (porque trabalharam e atingiram resultados, para toda a organização, COM as pessoas), os mais justos (porque nunca confundiram simpatias pessoais com avaliação do trabalho efetivamente feito por cada qual), os que mais se preocuparam com o futuro (desenvolvendo novas lideranças sem receio de serem ultrapassados), os que não viraram a cara às dificuldades (mas nunca confundiram processos de “downsizing” com “ajustes de contas”).

Neste momento estou certo que irá encontrar a resposta à pergunta que ficou lá em cima, no título…

 


Consulte a área de Liderança no site da Cegoc.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Avatar

Simão Pedro Silva Desde 3 anos

Na minha opinião, ser líder e ser chefia representa coisa diversa na posição perante a equipa. Ser líder é ir à frente a indicar o caminho, ser o exemplo a seguir, motivar todos a avançar e apoiar os que estão a ficar para trás, ensinando o que sabe para que todos beneficiem desses conhecimentos. Pune e premeia de forma exemplar, ouve e faz participar, conhece a sua equipa.
Ser chefia, sem ser líder, é ir atrás da equipa. Quer que a equipa avance mas não define o caminho. Tem objetivos pessoais que não partilha. Está atento a quem fica para trás para os punir. Não ensina porque todos devem saber o que fazer.

Resposta
    Avatar

    António Luís Lopes Desde 3 anos

    Boa tarde. Grato pelo comentário. A minha ideia é que não podem existir “bons chefes” que não sejam “bons líderes” – e os argumentos que apresenta creio que reforçam essa ideia, nomeadamente quando refere que “ser chefia sem ser líder é ir atrás da equipa”. Daí o meu “desafio” – se refletirmos sobre os “bons chefes” que tivemos e sobre as características que neles encontrámos e que nos “marcaram” positivamente, certamente estaremos também a identificar um conjunto de “traços” de personalidade, de comportamentos, de atitudes, etc, que “identificam” uma “boa liderança”. Cumprimentos.

Avatar

R André P Carreira Desde 3 anos

Um bom lider organiza e comanda as tropas e em conjunto atingem objetivos e vitorias .
Um chefe nunca será um lider !

Resposta
    Avatar

    António Luís Lopes Desde 3 anos

    Boa tarde. Grato pelo comentário. A minha ideia é que não podem existir “bons chefes” que não sejam “bons líderes”. Daí o meu “desafio” – se refletirmos sobre os “bons chefes” que tivemos e sobre as características que neles encontrámos e que nos “marcaram” positivamente, certamente estaremos também a identificar um conjunto de “traços” de personalidade, de comportamentos, de atitudes, etc, que “identificam” uma “boa liderança”. Se tivermos alguém a “chefiar” uma equipa e essa “chefia” não for um bom líder – então algo está mal, na minha opinião e esse é um problema das organizações, desde sempre. Cumprimentos.

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe